Seguro de carga como funciona?

Quais documentos compõem um seguro de carga?

O contrato do seguro é chamado de apólice, sendo um documento essencial pois é ele quem determinará o serviço a ser fornecido pelas seguradoras. Ele é distinto por duas categorias – aberta ou avulsa –, agregando ainda a apólice anual, um tipo semelhante a aberta que possibilita fracionar o valor a ser pago.

Por meio da apólice é possível elencar quais outros documentos serão emitidos de acordo com as necessidades do contratante. Por exemplo, a averbação serve para que o segurado comunique a segurado da realização de embarques, ela é necessária para as apólices abertas onde é possível realizar mais de um embarque com um único contrato de seguro, adequando as características de cada um a apólice.

Também há a fatura mensal, que é emitida pela seguradora com a cobrança dos prêmios nas apólices de averbação (abertas). O endosso só é emitido se o segurador solicitar, ele é capaz de complementar, cancelar, prorrogar ou efetivar alterações em um contrato já existente, sendo incluso a apólice.

Por fim, o certificado de seguro é um documento do seguro internacional para operações de exportação. Tem como objetivo a comprovação do contrato de seguro para órgãos ou instituições que possam vir a solicitá-lo.

Que produtos oferecemos ao mercado de logística e de transportes?

Trabalhamos de forma direta com o rastreio das iscas eletrônicas para uma carga totalmente descartável, ou mesmo retornável, prestando os serviços de consultoria e de inteligência em uma pronta resposta para os mercados de logística e de transporte, tudo o que é voltado para a recuperação das cargas no caso de sinistros.

Os rastreadores isca eletrônica, servem por exemplo, para uma carga serva para localizar a sua carga, caso aconteça algum tipo de sinistro. Ele deverá ir totalmente escondido dentro de uma caixa de algum produto quando é devidamente embarcado dentro de seu caminhão durante o transporte.

Para o caso de sinistro ou ainda roubos, os sinais de celular ou rádio frequência deverão se comunicar com uma central voltada para o completo monitoramento e de forma imediata a equipe de pronta resposta irá localizar e recuperar a sua carga.

As iscas eletrônicas podem substituir as escoltas armadas?

Sim, certamente, na maioria das vezes, dependendo da situação das mercadorias, algumas companhias de seguro recomendam as Iscas RF de Cargas, e ao invés da Escola, o seu principal motivo determinado é o custo, já que este tipo de isca poderá viabilizar por completo a operação, sem que possa comprometer a cobertura de forma securitária, e outro fator é que devido a este tipo de isca, junto da carga, faz com que ela não seja visada, pois um carro de escolta chama muito a atenção e se entende automaticamente que há um valor agregado alto na mesma.

escolta

Os maiores fatores é que a carga depois de roubada, poderá ser devidamente recuperada e ainda a quadrilha e os receptadores presos podem realizar este trabalho, além disto a diminuição dos roubos acaba sendo automática.